A carregar Eventos
Este evento já decorreu.

O exotismo do toque doce da marimba e o virtuosismo do violoncelo encontram-se para prestar tributo ao repertório de José Afonso.

As músicas eternas que reconhecemos na voz de José Afonso deixam-se apropriar pela fusão inesperada destes dois instrumentos de mundos aparentemente distantes e o resultado não podia ser mais envolvente. Linhas melódicas que são, ao mesmo tempo, familiares e verdadeiramente imprevisíveis. A marimba de Márcio Pinto acolhe o som prodigioso do violoncelo de Catarina Anacleto.

Uma fusão de culturas que interpreta músicas que marcam, para sempre, a História de Portugal. Uma união invulgar que reinterpreta a obra de José Afonso. Um tributo feito de sensações que promete arrebatar os fãs da obra do “trovador da liberdade”.

 

Márcio Pinto – Marimba

É o percussionista de serviço e a música fez, desde sempre, parte do seu percurso.

Inicia-se na Escola Profissional de Música de Espinho e, mais tarde, forma-se em percussão na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto. Entusiasta dos ritmos exóticos, viaja para África em busca do conhecimento tradicional da percussão.

Fez parte de vários projetos musicais como; OliveTreeDance, Semente, Drumming GP, Terrakota, Retimbrar, Bate&Bala, Selma Uamousse, JP Simões, Homens da Luta, Orquestra Clássica de Espinho, Orquestra Nacional do Porto, Orquestra do Norte.

Lecionou aulas de percussão na Academia de Música de Perosinho, na Academia Artâmega, na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo.

Atualmente e paralelamente com a vertente de músico é também produtor musical contando já com 4 EP’S e vários single’s com o seu heterónimo Magupi.

 

Catarina Anacleto – Violoncelo

Iniciou os estudos musicais aos 9 anos na Escola de Música e Bailado de Linda-a-Velha (atualmente EMNSC) na classe do professor José Carlos Gonçalves.

Com o Latin Trio (trio com piano) efetuou turnés em Espanha, Holanda e Portugal, e com Amélia Muge tocou na Alemanha, França, Espanha e Holanda. Participou no Chicago World Music Festival com o grupo “ The Guitars of Spain”.

Tocou como músico convidado em várias orquestras de câmara e sinfónicas como a Orquestra da Fundação Calouste Gulbenkian, a Green Bay Symphony Orchestra, Oak Park Symphony Orchestra de entre outras e participou em vários projetos artísticos e musicais dos quais se destaca os das cantoras Cristina Branco e Amélia Muge (com
quem gravou vários CD’s).

É membro da Orquestra Sinfonietta de Lisboa e participa em vários projetos de música portuguesa. Toca em duo com o percussionista Márcio Pinto no “Tributo a Zeca Afonso” desde março de 2016 e com os “Cambraia” desde 2015.

Tocou com Ana Moura, Joana Rios, Custódio Castelo, Fernando Tordo, Filipe Raposo, Périplus, Mafalda Veiga, Isabel Silvestre, Pedro Mestre, Canto Ondo e Teatro o Bando, para nomear alguns.

Go to Top