Hora local: 11:05
logotipo
Você está aqui: Página inicial > Visitar > Turismo

Turismo

Marco de Canaveses, dois rios, um destino turístico.


Venha até ao Marco de Canaveses desfrutar de dias tranquilos e serenos, onde as paisagens verdejantes se fundem com dois belos rios internacionais: o Douro e o Tâmega.

 

As albufeiras artificiais do Carrapatelo (no Douro) e do Torrão (no Tâmega) são excelentes espelhos de água para a prática de desportos náuticos. No Tâmega, o Parque Fluvial do Tâmega e no Douro, o cais e a praia de Bitetos são interessantes locais de encontro e lazer.

 

Os amantes da Natureza vão encantar-se com as serras da Aboboreira e de Montedeiras, onde podem fazer longas e refrescantes caminhadas e, na Aboboreira, encontrar importantes vestígios pré-históricos, nomeadamente antas e mamoas.

 

Na arqueologia, o local que merece atenção e visita é a cidade romana de Tongobriga. Importante povoação romana, com mais de dois mil anos de história, que se situava junto da via principal romana que a partir do séc. I d.C. ligava as cidades de Bracara Augusta (Braga) a Emerita Augusta (Mérida).

Ao longo dos tempos, o Homem foi deixando outros vestígios artísticos e hoje é possível falar de um importante e reconhecido circuito românico, integrado na Rota do Românico: Igrejas de Fandinhães, Tabuado, Santo Isidoro, São Nicolau, Soalhães, Sobretâmega, Vila Boa de Quires e Vila Boa do Bispo, Ponte do Arco e Memorial de Alpendorada.

 

O barroco está presente em igrejas como as dos mosteiros de Vila Boa do Bispo e de Alpendorada e em diversas casas solarengas, bem personificado nas Obras do Fidalgo (interessante palacete inacabado, em Vila Boa de Quires).

 

Qualquer igreja é capaz de nos surpreender ou mesmo de nos emocionar, nem que seja apenas por um pormenor de talha dourada (Vila Boa do Bispo, Soalhães, Alpendorada, Manhuncelos e S. Nicolau), de azulejos (Soalhães, Vila Boa do Bispo e Vila Boa de Quires) ou de uma pintura interior (frescos em Santo Isidoro, Tabuado e S. Nicolau).

 

No património religioso, viva uma experiência única e visite a Igreja de Santa Maria, da autoria do arquitecto Sisa Vieira. Um marco arquitectónico pautado pela grandeza e volumetria do edifício, onde os traços modernos e os pormenores se fundem com a paisagem, criando um templo singular.

 

Referência ainda para os castros, sobressaindo o de Arados (em Alpendorada), as sepulturas antropomórficas e os Pelourinhos de Canaveses (na freguesia de S. Nicolau), Portocarreiro (na freguesia de Vila Boa de Quires) e o de Soalhães (na freguesia de Soalhães).

 

Uma visita ao Marco de Canaveses não será completa se não admirar o artesanato local. Caracterizado pelas Bonecas de Folhelho, pela cantaria, pela cestaria, pelos chapéus de palha, pelas rendas e bordados, pela tanoaria e pela tecelagem, todos estes artigos podem ser facilmente adquiridos na Loja do Artesão, no Centro de Promoção de Produtos Locais da Dolmen e na casa de Produtos Tradicionais de Bitetos.


Encontre o sossego e a tranquilidade nas casas de Turismo em Espaço Rural e deixe-se levar pelos sabores e aromas tradicionais da nossa gastronomia (anho assado com arroz de forno, verde e lampreia) bem como da nossa doçaria (pão-de-ló, pão podre, cavacas e Fatias do Freixo e os Biscoitos de Soalhães e Favões). Para que o repasto seja perfeito, siga uma sinalética personalizada que o conduz pela Rota dos Vinhos do Marco de Canaveses. Pertencendo à Região Demarcada dos Vinhos Verdes, vai encontrar néctares únicos, frescos e aromáticos, reconhecidos a nível nacional e internacional, oriundos das quintas aderentes à rota.

 

Entrada no Marco de Canaveses Igreja de Santa Maria Rio Ovelha