Hora local: 14:48
logotipo
Você está aqui: Orgãos Autárquicos > Câmara Municipal > Despesas de representação

Despesas de representação

Os eleitos locais em regime de permanência têm direito a remuneração mensal, bem como a dois subsídios extraordinários, de montante igual àquela, em junho e novembro.

O valor base da remuneração do Presidente da Câmara Municipal é fixado por referência ao vencimento base atribuído ao Presidente da República, de acordo com o índice de 50%.

As remunerações e subsídios extraordinários dos vereadores em regime de permanência correspondem a 80 % do montante do valor base da remuneração a que tenham direito os presidentes dos respetivos órgãos.

Os eleitos locais em regime de permanência nas câmaras municipais têm direito às despesas de representação correspondentes a 30% das respetivas remunerações no caso do Presidente e 20% para os vereadores, as quais serão pagas 12 vezes por ano.

Abonos de despesas de representação dos membros do Executivo

O abono de despesas de representação é, no caso dos municípios com mais de 40 mil ou mais eleitores calculado segundo tabela que segue e, nas quais incide a redução de 5% decorrente da aplicação da Lei n.º 12-A/2010, de 30 de junho:

REMUNERAÇÕES DOS ELEITOS LOCAIS 2017