Hora local: 23:33
logotipo
Você está aqui: Página inicial

Marco de Canaveses assinalou Dia Municipal do Bombeiro

2017/06/28

A Câmara Municipal do Marco de Canaveses prestou tributo aos "Soldados da Paz"! O Dia Municipal do Bombeiro, celebrado no dia 25 de junho, teve como objetivo homenagear o esforço e a perseverança, o altruísmo e a solidariedade, a determinação e a bravura de gerações de bombeiras e bombeiros do Concelho do Marco de Canaveses, constituindo-se também como uma oportunidade para refletir sobre os desafios que se colocam em matéria de socorro de cidadãos e bens.

O dia iniciou-se com a visita das entidades à exposição de viaturas e meios operacionais dos Bombeiros Voluntários do Marco de Canaveses, na Alameda Dr. Miranda da Rocha, junto aos Paços do Concelho.

Seguiu-se, depois, a Formatura Geral e a Sessão Solene, com as intervenções do Comandante dos Bombeiros Voluntários do Marco de Canaveses, Sérgio Silva; do Presidente da Direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Marco de Canaveses, Fernando Nazário; do Presidente da Junta de Freguesia do Marco, António Santana; do Presidente da Federação dos Bombeiros do Distrito do Porto, Joaquim Fernando da Silva; do representante do Comando Operacional Distrital da Autoridade Nacional de Proteção Civil, 2º Comandante Operacional Distrital, Albano Teixeira; do Vice-presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Comandante Gomes da Costa Senhor e do Presidente da Câmara Municipal do Marco de Canaveses, Manuel Moreira.

O Autarca começou por recordar a tragédia de Pedrógão Grande, «um momento de dor e de consternação, em que o Município do Marco de Canaveses se solidarizou com as famílias enlutadas, prestando as sentidas condolências. E por respeito às vítimas mortais e feridos dos incêndios, a Câmara Municipal decidiu cancelar o desfile apeado e motorizado pelas ruas do centro da cidade até ao quartel dos Bombeiros Voluntários do Marco de Canaveses, previsto para o dia de hoje».
Contudo, «e pelo segundo ano consecutivo, voltamo-nos a reunir para assinalar o Dia Municipal do Bombeiro», referiu Manuel Moreira sublinhando que «ser Bombeiro é assumir, com coragem, tarefas humanitárias, em prol dos cidadãos. E por isso, os nossos Bombeiros merecem esta homenagem da Câmara Municipal».

Consciente da responsabilidade que cabe partilhar na área da Proteção Civil, «a Câmara Municipal tem apoiado de forma permanente a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Marco de Canaveses e o seu Corpo Ativo de Bombeiros através de subsídio mensal, financiamentos para aquisição e reparação de viaturas, manutenção dos quartéis dos Bombeiros, pagamento do seguro dos bombeiros e outros apoios, designadamente na época dos fogos florestais. Fomos o primeiro Município do Distrito do Porto, e um dos primeiros do País, a celebrar um protocolo para a criação da Equipa de Intervenção Permanente, assumindo 50% dos salários dos bombeiros dessa mesma equipa e os restantes 50% a Autoridade Nacional de Proteção Civil. Temos ainda um colaborador da Câmara Municipal destacado, há muitos anos, no Corpo de Bombeiros. Estes apoios representam um investimento municipal que ultrapassa, em média, os 100 mil euros por ano. Para além disso, disponibilizamos um espaço municipal para aparcamento de viaturas e rentabilização a favor da Instituição. Assumimos, igualmente, o cofinanciamento da aquisição de equipamentos de proteção individual para os bombeiros através de uma candidatura a fundos comunitários» enumerou o Edil.

Considerando que novos riscos implicam novas formas de intervenção, o Presidente da Câmara Municipal identificou os desafios que se perspetivam para as Associações Humanitárias do Concelho, designadamente: alterar o paradigma de intervenção, dando primazia à prevenção; garantir a sustentabilidade financeira das associações; aproveitar as oportunidades de financiamento decorrentes dos quadros comunitários de apoio e incentivar o voluntariado. E neste sentido, «o Município do Marco de Canaveses propõe um conjunto de medidas de apoio ao voluntariado no corpo de Bombeiros do Concelho e que visa o reconhecimento do papel dos Bombeiros marcoenses no socorro às populações. Um incentivo ao voluntariado nos Bombeiros e um apoio a estes e suas famílias» anunciou Manuel Moreira.

Um Programa de Incentivos ao Voluntariado nos Bombeiros que prevê os seguintes apoios: a) Beneficiar do seguro de acidentes pessoais celebrado e pago pela Câmara Municipal do Marco de Canaveses; b) Redução de 50 % nas tarifas de resíduos para consumidores domésticos; c) Comparticipação de 50 % na aquisição do "Passe Mensal" do serviço de transporte urbano (Urbmarco); d) Isenção de pagamento das Taxas Municipais das licenças de construção, ampliação ou modificação de casa de habitação própria e permanente; e) Atribuição de Bolsa de Estudo de 50€ por mês, aos filhos dos Bombeiros falecidos em serviço ou com doença contraída no desempenho de funções, durante a sua escolaridade obrigatória, que tenham aproveitamento no ano letivo anterior; f) Apoio de 15€ por ano em material escolar, por descendentes diretos durante a frequência da escolaridade obrigatória, em complemento a outros eventuais apoios; g) Redução de 50 % no valor da inscrição para os descendentes diretos de Bombeiros, até um total de 20 vagas, nas Férias Desportivas; h) Redução de 50 % sobre as mensalidades das classes para os Bombeiros e familiares diretos e entrada livre em horários preestabelecidos, nas atividade aquáticas nas Piscinas Municipais do Marco de Canaveses e nas de Alpendorada; i) Cedência de equipamentos municipais para desenvolvimento de atividades de relevante interesse municipal.

Refira-se ainda que os Bombeiros têm direito ao seguro nas situações de riscos cobertos e valores de seguro: morte ou invalidez permanente, despesas de tratamento, repatriamento e transporte e incapacidade temporária absoluta em caso de internamento hospitalar, sendo atualizado ordinária e automaticamente todos os anos.

Outras notícias