Hora local: 18:19
logotipo
Você está aqui: Página inicial

Apresentação do livro "A Coragem dos Homens, História de uma Instituição"

2017/08/03

Realizou-se, na noite de 31 de julho, no Auditório Municipal, a apresentação pública do livro "A Coragem dos Homens, História de uma Instituição", da autoria de Fátima Vasconcelos e com prefácio de Amadeu Marramaque.

A obra retrata "um trabalho completo e exaustivo" sobre a história da Casa do Povo de Tabuado, desde a sua fundação até à atualidade.

A presente publicação contou com o apoio da Câmara Municipal do Marco de Canaveses e das Juntas de Freguesia de Tabuado e de Várzea, Aliviada e Folhada.

Em "A Coragem dos Homens, História de uma Instituição", Fátima Vasconcelos procurou «dar a conhecer o trabalho que, ao longo dos tempos, pessoas de boa vontade e sentido de entrega, realizam para o desenvolvimento da sua comunidade, mas fi-lo, sobretudo, para que a história não se perca».

«O futuro da Casa do Povo de Tabuado começa em cada dia que, juntos, a continuamos a consolidar», realça.

«Grandes Homens realizam grandes Obras. Efetivamente, grandes seres humanos, cidadãos ativos, sonhadores, empreendedores e resilientes, construíram, ao longo dos tempos, a Casa do Povo de Tabuado tornando-a vital para a qualidade de vida da população. A Instituição é, por isso, a imagem da Coragem dos Homens», escreveu a autora.

Fátima Vasconcelos termina a sua obra com um desejo: «que a Coragem dos Homens que fizeram a História da Instituição até aos nossos dias seja exemplo a seguir por todos aqueles que continuarão, no futuro, a solidificar a Casa do Povo para que ela possa ser uma referência de boas práticas e de muita humanidade».

Manuel Moreira, Presidente da Câmara Municipal do Marco de Canaveses, responsável pela abertura desta sessão de apresentação, felicitou a autora «pela obra que aqui nos traz, numa homenagem a todos os que contribuíram e marcaram a construção da história da Casa do Povo de Tabuado, uma instituição com mais de meio século de existência, que honra o nosso município».

«A sinergia de vontades e forças permitiu realizar esse sonho maior de ter uma instituição, uma Casa do Povo que, como o nome o indica, se encontra ao serviço do povo, da comunidade, disponibilizando serviços aos utentes, apoio domiciliário, assim como desenvolve atividades de carácter social, cultural e profissional», continuou.

Para o Autarca, «é importante que tenhamos sempre presente a história, os seus construtores, os seus objetivos e dificuldades, para que lhes possamos reconhecer valor e gratidão pelo seu trabalho em prol dos marcoenses e da valorização do nosso território».

Outras notícias