Hora local: 19:45
logotipo
Você está aqui: Página inicial

Exposição “Rochas e Minerais – Minas e Geologia Norte de Portugal” patente no Museu da Pedra até 23 de setembro

2017/08/10

O Presidente da Câmara Municipal do Marco de Canaveses, Manuel Moreira, inaugurou esta tarde, a exposição itinerante "Rochas e Minerais - Minas e Geologia Norte de Portugal", no Museu da Pedra do Marco de Canaveses.

A mostra ficará patente ao público até dia 23 de setembro, com entrada livre.

Esta exposição, que promove o potencial dos diferentes locais de relevância geológica e mineira da região Norte de Portugal, apresenta amostras de rochas e minerais das regiões de Arouca, Boticas, Gondomar, Macedo de Cavaleiros, Marco de Canaveses, Matosinhos, Montalegre, Paredes, Porto, Torre de Moncorvo, Valongo, Vila Pouca de Aguiar e Vila Real.

Promovida pelo município de Vila Pouca de Aguiar, em cooperação com os parceiros do "Roteiro das Minas e Pontos de Interesse Geológico e Mineiro de Portugal (norte)" e com o apoio da Direção Geral de Energia e Geologia e da Empresa de Desenvolvimento Mineiro, SA., passou a itinerante devido ao sucesso que alcançou.

Recorde-se que o Museu da Pedra do Marco de Canaveses está também associado ao "Roteiro das Minas e Pontos de Interesse Geológico e Mineiro de Portugal", criado em 2009.

«Trata-se de uma exposição interessante que nos permite conhecer um pouco melhor a importância do património e a riqueza geológica do nosso concelho e dos demais parceiros desta iniciativa inserida no "Roteiro das Minas e Pontos de Interesse Geológico e Mineiro de Portugal"», referiu o Presidente da Câmara Municipal do Marco de Canaveses.

Manuel Moreira considera que esta «é ainda uma excelente oportunidade para visitar o nosso Museu da Pedra que estabelece um diálogo vivo através da relação longínqua com o Homem, como instrumento de artes e como base da riqueza local», sublinhando «a forte componente visual do museu que expõe os elementos essenciais ligados à pedra, desde a sua composição mineral, utilização pelo homem para os mais diversos fins, ferramentas de trabalho, aplicações ao nível artístico e a sua importância para a sustentabilidade da economia e desenvolvimento local».

Outras notícias