Hora local: 20:42
logotipo
Você está aqui: Página inicial

Reabilitação da Capela de São Lázaro, S. Nicolau - Marco

2018/02/27

 

 

A ação de “Reabilitação da Capela de São Lázaro”, no valor de 22.953,13 €, foi integrada na candidatura “Valorização Patrimonial da Rota do Românico”, submetida pela VALSOUSA ao Turismo de Portugal, I.P., em 21-09-2017, no âmbito do Programa Valorizar - Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior. Esta candidatura foi aprovada no dia 18-12-2017. O Turismo de Portugal assegurará 90% do financiamento, sendo os restantes 10% assumidos pelo  Município de Marco de Canaveses.

- A ação de reabilitação pretende renovar as coberturas da Capela de São Lázaro, com a execução de um novo revestimento de telha cerâmica, incluindo a reabilitação dos madeiramentos existentes, e a execução integral de uma nova cobertura para o alpendre. O procedimento administrativo de contratação será aberto em breve, devendo os respetivos trabalhos da empreitada estar concluídos até ao verão.

A descrição da Capela de Sâo Lázaro:

Pequena capela, composta, com nave única rectangular precedida por alpendre quadrangular. Coberturas escalonadas em telhado de duas águas e três no alpendre.

Fachada principal virada a Sul. Alpendre assente em seis colunas apoiadas em murete.

Nave terminada em empena. Fachada lateral com janela rectangular próxima do telhado. Interior muito singelo com pequeno altar de talha; cobertura de madeira em três panos.

Falamos de uma estrutura simples, em alvenaria e pavimento de granito, com tecto em em madeira, de planta longitudinal, com um alpendre adoçado à fachada principal.

Esta peça, que faz a recepção aos visitantes em jeito de alpendre, é composta por seis colunas de secção circular, embasadas por um murete, também de granito e com desenho paralelepipédico. O Alpendre, de cobertura de três águas, revestido a telha de canudo com estrutura e forro de madeira apresenta já um avançado estado de degradação. A estrutura deste telhado, dada a sua degradação, encontra-se já escorada e segura com arames contendo assim as colunas de granito que também se encontravam em risco de colapso. Deverá ser executada nova estrutura e forro de madeira, encimado por telha nova de aba e canudo, incluindo cumeeira, beirado e todos os remates e acessórios para um bom desempenho da cobertura.

O tecto da nave, em tabuado de madeira, será tratado de modo a corrigir pequenas deformações e a prevenir a degradação do seu material construtivo. As peças degradadas serão substituídas, aplicado produto de tratamento anti xilófago e dado acabamento a cera natural.

Na nave será também aplicada telha nova igual à do alpendre.

A fachada principal a que está adoçado o alpendre, encontra-se, ainda, em alvenaria de granito aparente, sendo rasgada por um portal recto, simples, centrado. A porta que encerra este vão será tratada e pintada, com cor a definir em obra.

Tanto esta fachada principal como as restantes paredes exteriores e interiores são em granito aparente, sendo proposto que sejam limpas e tratadas as juntas.

Deverá também ser tratado o gradeamento e portão de acesso ao alpendre com lixagem e aplicação de tinta do tipo esmalte forja.

- A candidatura aprovada pelo Turismo de Portugal prevê ainda as seguintes ações no Marco de Canaveses:

  • Projeto de Execução para a Conservação e Salvaguarda da Ponte do Arco (22.985,00 €);
  • Conservação, Salvaguarda e Valorização da Ponte do Arco (153.700,00 €);
  • Trabalhos Arqueológicos na Ponte do Arco   (15.990,00 €);
  • Conservação, Salvaguarda e Valorização da Ponte do Arco - Assistência Técnica (4.993,80 €).

- A conservação e restauro do retábulo de São Lázaro não foram incluídas, por limitações do orçamento, na candidatura aprovada pelo Turismo de Portugal. Ficará a aguardar por uma nova oportunidade de cofinanciamento.

 

 

Outras notícias