Hora local: 12:40
logotipo
Você está aqui: Página inicial

95 Anos Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Marco de Canaveses: Cristina Vieira pede mais meios à tutela

2019/01/22

Fundada em 20 de janeiro de 1924, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Marco de Canaveses comemorou o 95.º aniversário, no domingo, data precisa de 20 de janeiro, com um programa festivo.

Cristina Vieira, Presidente da Câmara Municipal do Marco de Canaveses, felicitou a Associação Humanitária dos BVMC por mais um aniversário e aproveitou a presença do Secretário de Estado da Proteção Civil para reivindicar algumas das necessidades identificadas para a corporação, designadamente no que diz respeito ao recrutamento e reforço de meios.

Segundo a autarca “há necessidade de aprofundar a promoção e os incentivos ao voluntariado nos Bombeiros, de modo a atrair jovens capazes de contribuir desinteressadamente numa missão altamente exigente e reforçar o investimento numa força operacional mínima permanente que garanta a prontidão e a qualidade da resposta do Corpo de Bombeiros”, disse Cristina Vieira.

O Secretário de Estado da Proteção Civil, José Artur Neves, começou por mostrar a enorme satisfação por poder partilhar dos 95 anos de história da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Marco de Canaveses e respondeu positivamente às pretensões da Presidente da Câmara Municipal de Marco de Canaveses, considerando “uma reivindicação mais que justa, existir uma permanência de equipas profissionais para socorrerem as populações”.

O Secretário de Estado da Proteção Civil lembrou, no entanto, “que ainda existem cerca de 60 quartéis que não possuem uma EIP (Equipa de Intervenção Permanente), situação que, acreditamos, estará resolvida até 2020 e a seguir virá a seleção de corporações para a atribuição de uma segunda Equipa de Intervenção Permanente”.

Relativamente aos apelos para novos equipamentos de proteção individual, o Secretário de Estado garantiu que já foi lançado o aviso, “para garantir pelo menos dois equipamentos de proteção individual para os bombeiros”.

José Artur Neves abordou ainda o tema da consciência e conhecimento dos riscos a partir das escolas e elogiou a forma como o Município procedeu à implementação das medidas de autoproteção e dos Clubes de Proteção Civil.

O aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Marco de Canaveses ficou marcado pelo ingresso de 20 novos voluntários, a imposição de divisas e galões aos bombeiros a elementos que passam ao quadro de honra, bênção de três novas viaturas e a inauguração das obras de ampliação e remodelação do quartel. Um desfile pelas ruas da cidade encerrou as comemorações.

 

 

 

 

Outras notícias