FEIRAS

Funcionando como um pólo dinamizador deste concelho, existe mesmo quem defenda que a elas aparece ligada a subida do Marco a vila. Existem fontes que comprovam que no ano de 1845, ainda vigorava a Vila de Canaveses e as sessões camarárias já se efectuavam no Marco (aldeia). Não porque aí já houvesse os Paços do Concelho ou um departamento mais adequado a esse fim, mas por causa das Feiras do Marco. Alem das realizadas a 3 e 15, existia a Feira dos Porcos (anual, aos 6 e 7 de Dezembro), uma outra aos 26 de cada mês, a de Cereais e Víveres (na Feira Nova, Ariz, nos dias 19), a Feira da Quaresma, uma feira franca e tradicional realizada no Freixo, entre muitas outras que aconteciam ainda o Marco de Canaveses não existia, como é exemplo a Feira de Soalhães, inaugurada em 25 de Outubro de 1912. A propósito destas feiras se escrevia no “Imparcial do Marco” a 1 de Outubro de 1916: “Tem feira aos quinze de cada mez e em dia de S. Nicolau uma que dura três dias, em que se vende porcos, os melhores que há neste Reino, e em tanta quantidade que não só abastam esta província, mas muitas terras; e tem mais outra feira no dia de S.ta Luzia, de toda a cousa mercantil.

Nome Datas Local
Feira do Marco Dias 3 e 15 de cada mês Largo da Feira
Feira de Alpendorada Sábado de manhã Alameda Estádio Municipal
Mercado de Alpendorada Diário Alameda Estádio Municipal
Feira da Feira Nova Dias 12 e 27 de cada mês Largo da Feira Nova
Mercado da Feira Nova Sábado de manhã Largo da Feira Nova
Feira de Soalhães Sexta-feira de manhã Avenida da Igreja
Feira da Livração Dia 29 de cada mês
Sábado anterior ao Natal e no Domingo de Ramos
Largo N.ª Sr.ª da Livração