FESTAS E ROMARIAS

As festas e as romarias são um exemplo de tradição e de caracterização do marcoense e, atendendo à sua quantidade, bem se pode afirmar que o “marcoense” é muito festivo. Misturando o sagrado ao profano elas acontecem um pouco por todo o lado e durante todo o ano.

Destacam-se as Festas da Cidade, em honra de Santa Marinha; as Endoenças, no Torrão; o S. João, em Alpendorada, a Senhora da Livração, em Toutosa; a Senhora do Socorro, em Paredes de Viadores; o São Sebastião, em Vila Boa de Quires; a Senhora da Ascensão, em Vila Boa do Bispo e a Senhora do Castelinho, em Avessadas (feriado municipal).

Romaria N. Sª Castelinho

Uma abordagem às festas não estaria completa sem uma breve menção ao Natal e à Páscoa. Embora sejam acontecimentos festejados mundialmente, o nosso povo imprime-lhe uma caracterização muito própria e assim o nosso natal é festejado em família, à mesa e à lareira. No dia 24, na mesa, temos o bacalhau cozido com batatas, ovo e legumes, a aletria, os bolinhos de abóbora, as rabanadas (entre outras guloseimas) e os frutos secos, que muitas vezes já são partidos e comidos junto ao aconchego da lareira. No dia 25, o almoço já é feito com o nosso anho assado com arroz de forno, e, para quem preferir, com a “Roupa Velha” .

A passagem do ano, à mesa, é comemorada da mesma maneira, com batatas e bacalhau cozido no último jantar do ano e com arroz de forno e anho assado no primeiro almoço do novo ano. Depois do jantar juntam-se familiares e amigos e vão de porta em porta cantar as Janeiras. Em troca dos cantares, é oferecida comida ou dinheiro, as crianças preferem dinheiro e os adultos a comida e o convívio, não fosse esse o propósito desta tradição.

A Páscoa é também celebrada em família. Ao almoço junta-se a família para comer o anho assado com arroz de forno, o pão-de-ló e o Pão Podre, depois prepara-se a mesa para receber o Compasso.

Em todas as freguesias do Marco de Canaveses existe esta tradição: de manhã reúne-se um grupo de cidadãos dessa freguesia (anteriormente selecionados) na igreja paroquial para formarem o Compasso. Dele fazem parte o Padre (que pode ser substituído por um seminarista ou um paroquiano, homem da paróquia) que faz a oração própria para esse fim, em cada casa que entra; o Juiz da Cruz (pessoa que transporta a cruz); o Homem da Caldeira, que leva a caldeira sagrada para benzer as casas; o Rapaz da Campainha, que leva a campainha que anuncia a chegada do Compasso; os Homens do Saco, que levam o saco onde é metido o dinheiro angariado no percurso, um saco é para o Padre e o outro para foguetes; e o fogueteiro, que deita foguetes nas casas que o pedirem. Depois de reunidos saiam para percorrer a paróquia e anunciar a ressurreição de Cristo. Vão de porta em porta e entram sempre que vêm o tapete de rosmaninho espalhado até à entrada da casa (sinal de que são convidados a entrar), já lá dentro fazem a oração, dão a Cruz de Cristo a beijar aos moradores e são convidados a petiscar com essa família e amigos. Depois de cumprida a tarefa saiam com destino à casa seguinte. Geralmente, atendendo ao número de casa por freguesia, este ritual dura o dia todo. Depois de terminado regressam à igreja, é o chamado Recolher do Compasso, que é assinalado com fogo-de-artifício. Faz-se uma pausa para o jantar em família e à noite reúnem-se todos os paroquianos para assistir ao fogo-de-artifício que será lançado junto à sua igreja. Estas sessões de fogo-de-artifício são autênticos festivais nocturnos, pois um pouco por todo o lado iluminam as nossas freguesias.

Freguesias Festas e Romarias Data
Alpendorada, Várzea e Torrão (Alpendorada) Sra. da Silva Agosto
S. João 24 de Junho
Bem Viver (Ariz) Festa do Maio 1º Domingo de Maio
Avessadas e Rosém Nossa Sra. do Castelinho 08 de Setembro
Banho e Carvalhosa Festas de S. Romão Novembro
Constance Festa de Sta. Eulália Agosto
Bem Viver (Favões) Festa de S. Paio Junho
Festa da Sra. da Piedade Agosto
Marco (Fornos) Festa em Honra de Sta. Marinha 3º Domingo de Julho
Marco (Freixo) Sta. Maria 1º Domingo de Fevereiro
Bem Viver (Magrelos) Festa ao Divino Salvador Agosto
Paredes de Viadores e Manhuncelos Romaria de Nossa Sra. do Socorro Último Domingo de Julho
Penhalonga e Paços de Gaiolo Sta. Maria Agosto
Sra. da Lapa Setembro
Rosém Sra. das Neves Agosto
Sande e São Lourenço do Douro S. Tiago Julho
S. Martinho 1º/2º Domingo de Novembro
Santo Isidoro e Livração (Santo Isidoro) Sto. Isidoro Maio
Soalhães S. Miguel Setembro
Santo Isidoro e Livração (Livração) Nossa Sra. da Livração Maio/Ascensão
Alpendorada, Várzea e Torrão (Várzea do Douro) Festa da Sra. da Guia 1º Domingo de Agosto
Várzea, Aliviada e Folhada Espírito Santo Junho
S. Martinho Novembro
S. Lourenço Setembro
Vila Boa do Bispo Sto. António Junho
Nossa Sra. da Assunção Agosto
Vila Boa de Quires e Maureles Festa da Senhora 1 mês depois da Páscoa
Festa de S. Sebastião 1º Domingo de Julho