ALDEIAS DE PORTUGAL

No Marco de Canaveses podemos visitar duas aldeias classificadas como Aldeias de Portugal, que pertencem a uma rede de aldeias que promovem a descoberta do património natural e edificado e que permitem a vivencia com a ruralidade e as tradições locais.

 

Aldeia de Tongobriga

Uma autêntica viagem ao passado é o que se propõe a quem visita Tongobriga, Aldeia de Portugal. Situada no Freixo, muito próxima do centro da cidade encontra-se esta aldeia repleta de história. O riquíssimo espólio arqueológico existente em Tongobriga testemunha a existência de uma antiquíssima cidade romana. Tongobriga detém, ainda, as características de uma aldeia tradicional e rural como é visível pelas diversas casas de granito, pelos campos cultivados e pelas suas gentes. Na aldeia pode visitar a cidade romana e o seu Centro Interpretativo, a igreja de Santa Maria do Freixo, percorrer o seu percurso pedestre PR6 – Caminhos de Tongobriga e degustar as afamadas Fatias do Freixo, a tradicional broa de milho e o caseiro pão com chouriço.

Património edificado: ruínas da cidade romana, Centro Interpretativo de Tongobriga e Igreja de Santa Maria do Freixo.

Tradições, eventos e festividades: Festa de Santa Maria, Mercado Romano, Festival de Percursos Pedestres, celebração dos equinócios e caminhadas.

 

Aldeia de Canaveses

Nas margens do rio Tâmega, na entrada da cidade e dividida pela freguesia de Sobretâmega e por São Nicolau, situa-se a Aldeia de Canaveses. O singelo conjunto de casas de traça tradicional, em pedra granítica, esconde um passado rico em história e palco de grandes feitos militares por altura das Invasões Francesas. Na aldeia existem inúmeros vestígios desse passado a merecerem uma visita atenta: a Igreja românica de Santa Maria de Sobretâmega, a Rua Direita, a Casa da Palmatória, a Capela de São Sebastião, a Ponte dos Asnos e Casa da Ribeira. A Casa da Palmatória, foi palco de um importante acontecimento histórico, as Pazes de Canaveses, um dos acórdãos de paz entre D. Afonso IV e D. Pedro. Por estas terras deixaram testemunhos as rainhas Mafalda, Mafalda de Saboia e a Rainha Santa Mafalda. Ambas foram importantes para este território e ambas deixaram o seu testemunho na Albergaria da Rainha, na Igreja de Santa Maria de Sobretâmega, na capela de S. Lázaro e na antiga Ponte de Canaveses, palco da 2.ª Invasão Francesa. Na aldeia pode, ainda, visitar o Pelourinho de Canaveses, a igreja românica de S. Nicolau, dar um passeio pelo Parque Fluvial do Tâmega, percorrer o percurso Pedestre PR5 – Caminhos de Canaveses ou degustar a gastronomia num dos seus restaurantes tradicionais. A esta aldeia está, também, associado o termalismo (Caldas de Canaveses) e o fabrico e comercialização do Pão Podre, um doce típico da Páscoa.

Património natural: rio Tâmega, Parque Fluvial do Tâmega e PR5 Caminhos de Canaveses.

Património edificado: Igreja de Santa Maria de Sobretâmega, Igreja de São Nicolau de Canaveses, Rua Direita e de S. Nicolau, Casa da Palmatória, Casa da Ribeira, Caldas de Canaveses, Capela de S. Lázaro, Senhor da Boa Passagem, Albergaria da Rainha e Pelourinho de Canaveses.

Tradições, eventos e festividades: Cantar das Janeiras e do Reis, Enterro do Entrudo, Feira do Pão Podre, Páscoa, Festival de Percursos Pedestres, Festa dos Santos Populares, Mercado Medieval, Magusto e Aldeia Natal de Canaveses.

 

Guia das Aldeias a Norte de Portugal (pag. 66 a 69)

Vídeo promocional